20 de jan de 2011

Fumaça...

Acendo meu cigarro...Reflito um pouco vendo as formas abstratas da fumaça que por alguns segundos me hipnotizam...

Somos assim tão mutáveis, abstratos e ilusórios como fumaça ao vento?

Tento recordar passo a passo o meu dia de hoje e perceber quantas formas eu tive...Confesso que não consegui contar...

Basta um ato, um gesto, uma palavra, uma visão, um cheiro, um segundo e tudo muda...rapido...quase imperceptivel....E muda novamente com a mesma agilidade...

Mas...existem formas que assumimos que perduram....muito...tanto....que acabam se materializando...como máscaras sobre nós.

Máscaras que usamos e abusamos com tanta facilidade e agilidade que nem percebemos...E ae quando nos vemos na transição momentânea de uma máscara para outra nosso mundo estremece...Estamos nús e frágeis...desamparados e assustados...o que fazer agora...Sou eu...sou?...eu?...uffa passou...

Apago meu cigarro...não tem mais desenhos de fumaça...mas tenho tantos eus...

17 de jan de 2011

Acendo meu cigarro...Kate explode em luz enquanto canta e as imagens começam a explodir em minha alma....fireworks...

Penso, enquanto sem medo de nenhum de confessar eu choro, quantas vezes me senti e me sinto assim....E em quantas pessoas que eu conheco ou conheci vi a mesma dor em seus olhos...

Quantos fireworks estão presos...Apagados...Esperando seu fourth of july acontecer???

Eu sinto aos poucos essa chama se acender e preparo meu ser inteiro a explodir em luzes...Apago meu cigarro e deixo a letra e o clipe para quem sabe fazer vc e vc e vc e todos explodirem...


Do you ever feel like a plastic bag
Drifting throught the wind
Wanting to start again
Do you ever feel, feel so paper thin
Like a house of cards
One blow from caving in
Do you ever feel already buried deep
Six feet under scream
But no one seems to hear a thing
Do you know that there's still a chance for you
Cause there's a spark in you
You just gotta ignite the light
And let it shine
Just own the night
Like the Fourth of July
Cause baby you're a firework
Come on show 'em what your worth
Make 'em go "Oh, oh, oh!"
As you shoot across the sky-y-y
Baby you're a firework
Come on let your colors burst
Make 'em go "Oh, oh, oh!"
You're gonna leave 'em fallin' down-own-own
You don't have to feel like a waste of space
You're original, cannot be replaced
If you only knew what the future holds
After a hurricane comes a rainbow
Maybe you're reason why all the doors are closed
So you could open one that leads you to the perfect road
Like a lightning bolt, your heart will blow
And when it's time, you'll know
You just gotta ignite the light
And let it shine
Just own the night
Like the Fourth of July
Cause baby you're a firework
Come on show 'em what your worth
Make 'em go "Oh, oh, oh!"
As you shoot across the sky-y-y
Baby you're a firework
Come on slet your colors burst
Make 'em go "Oh, oh, oh!"
You're gunna leave 'em fallin' down-own-own
Boom, boom, boom
Even brighter than the moon, moon, moon
It's always been inside of you, you, you
And now it's time to let it through
Cause baby you're a firework
Come on show 'em what your worth
Make 'em go "Oh, oh, oh!"
As you shoot across the sky-y-y
Baby you're a firework
Come on slet your colors burst
Make 'em go "Oh, oh, oh!"
You're gonna leave 'em goin "Oh, oh, oh!"
Boom, boom, boom
Even brighter than the moon, moon, moon
Boom, boom, boom
Even brighter than the moon, moon, moon

16 de jan de 2011

RE- começo

Acendo meu cigarro e me vejo novamente numa estrada a muito tempo percorrida....

...estranho se deparar com a mesma paisagem....

Ao percorrer qualquer caminho desejamos ver e experimentar coisas novas... Ou ao menos chegar em em destinos novos...

...Mas....Alguns caminhos nos levam cruelmente a um local conhecido ou RE-conhecido...

Quem sabe precisamos voltar e perceber alguma mudança na paisagem....Quem sabe precisamos encontrar algo que nos passou batido...Quem sabe esquecemos de andar e apenas corremos pelo caminho sem nada dele levar conosco?

...Aqui estou eu encarando as pedras e o horizonte...Re-começando essa mesma estrada pessoa...Apago meu cigarro e dou o primeiro novo passo...

8 de mar de 2009


Acendo meu cigarro, a cena do filme " Closer" permeia minha mente...

Os homens estao iguais...



Estamos com uma dificuldade enorme, principalmente de crer em algo e fazer fluir ou acontecer...ja repararam?


Não se tem mais a empolgação ou vontade...é tudo muito rapido demais (sexo) ou fica no vácuo...
Estamos vivendo um limbo emocional!

Será que perdemos a noção de momento?
Revendo as pessoas que conheci e futuros pretendentes que nao pretenderam....
todos tinham, tem ou estão com esse problema...

Bizarro!

Vocês não sentem falta de acordar pensando em alguem e vibrarem quando chega uma msg ou toca o telefone?
De sentirem o frio na barriga ao saber que vão encontrar a pessoa ou estão falando com ela?

E porque vocês esta vivendo no mesmo ponto morto?

Queremos algo por condicionamento, nao vivenciamos o que queremos ou dizemos querer...
Sentimo falta de algo que lembramos, mas que não sabemos mais como fazer...

Exagerando...estamos vivendo uma era de zumbis emocionais!

Ultima tragada no cigarro...and so it is...

8 de fev de 2009


Acendo meu cigarro....Jevetta Steele chama...I'm calling you...
E um dialgo final ocupa minha mente e alma...




Velho – “Você está perdida ?”

Kit – “Sim”.

Velho – “Porque a gente não sabe quando vai morrer. A gente pensa na vida como um bem inesgotável.

As coisas acontecem um certo número de vezes. Um pequeno número, na verdade.

Por quantas vezes você lembroude uma tarde de sua infância, uma tarde tão comum, mas que você não poderia viver sem ela?

Talvez umas quatro ou cinco vezes, talvez nem isso.

Quantas vezes você vai admirar a lua ? Talvez vinte. E ainda assim tudo lhe parece ilimitado”.

" O céu que nos protege"
.....

Olho o céu...A
Apago meu cigarro...
Javetta murmura limitadamente...I'm calling you...

1 de dez de 2008



Piaf canta e encanta minha alma enquanto acendo o cigarro e e dou a primeira tragada triunfante!


Não , não me arrependo de nada....e agradeço por tudo!

Pelo bem e pelo mal...
Pelo amor e pela dor...
Por ter e por perder....
Por querer e por aceitar....
Por vc e por mim!

Minha alma esta plena, partida em alguns pontos, confusa em outros...mas esta encantada com tudo o que as emoções e as vivências proporcionam a curto, médio e longo prazo!

Perdi uma parte importante de mim recentemente, e ganhei partes que estão se moldando e fundindo na minha pessoa de uma forma tão querida que a dor e o amor parecem casados!

Uma onda do mar de maceio....trouxe areias preciosas!

Areia que esta em mim guardada transmutando em pérola..infinita e forte!

Ultima tragada....

Piafa não se cala e afirma...

Non! Rien de rien!

14 de set de 2008


Sabe quando vc se ve no meio de tudo e todos mas mesmo assim esta e se sente so? Quando a cidade te acolhe na chuva e seu abraco apenas te faz perceber a imensidao do vazio... Nesses momentos nos percebemos fortes e tao frageis quanto uma teia na parede de um quarto onde ate as memorias estao presas e sos...espero a chuva lavar minha alma e dores enquanto o café entorpece meus pensamentos e a fumaca do cigarro nubla meu silencio. Minha cama e fuga esta distante tanto quanto o meu credo num bem querer...anseio encontrar um abrigo onde possa me sentir seguro na minha propia pele... Essa fraqueza é minha e aceitando e acolhendo ela posso com lagrimas afirmar minha condicao de ser e sentir...humano.